Índice

    Entenda o que é o curso de transporte de emergência

    Entenda o que é o curso de transporte de emergência
    Índice
      Entenda o que é o curso de transporte de emergência

      Está procurando uma recolocação no mercado de trabalho? Pois saiba que o curso de transporte de emergência pode ser uma boa opção!

      Porém, é preciso entender se essa profissão é mesmo para seu estilo de vida. Isto porque o profissional que atua nessa área possui a grande responsabilidade de transportar pacientes, o que, por si só, já eleva o grau de estresse da rotina.

      Além disso, é preciso ser ágil e dominar bem a direção para enfrentar o trânsito, em especial, nos grandes centros urbanos.

      Isso exige, além do perfil adequado, uma formação e treinamento de excelente qualidade.

      Ficou curioso e quer saber mais sobre o curso de transporte de emergência? Então, continue a leitura!

      O que é o curso de transporte de emergência

      O curso de transporte de emergência capacita motoristas para o transporte de pacientes hospitalares ou ambulatoriais. Nesse sentido, possui como objetivo aperfeiçoar, qualificar, instruir e atualizar condutores.

      Dessa forma, eles se tornam aptos para conduzir veículos de transporte de emergência, conforme o Art. 145, inciso IV do Código de trânsito Brasileiro (CTB).

      Logo, fica fácil entender que o transporte de emergência requer um aperfeiçoamento técnico maior do motorista.

      Isso porque esse profissional precisa estar preparado para atuar em situações de estresse, razão pela qual deve ter uma excelente formação e preparo.

      Quais são os transportes de emergência

      Correspondem os transportes de emergência às ambulâncias, os veículos utilizados no policiamento por bombeiros, ou nas operações de trânsito.

      De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), esses veículos precisam obedecer às normas da legislação vigente.

      Contudo, em algumas circunstâncias, o próprio CTB lhes concede algumas prerrogativas.

      A exemplo de quando esses veículos estão “em serviço de urgência e devidamente identificados por dispositivos regulamentares de alarme sonoro e iluminação vermelha intermitente”.

      As prerrogativas ainda incluem preferência no trânsito, bem como no estacionamento e parada.

      A Portaria Federal de nº 2.048 de 2002, emitida pelo Ministério da Saúde, em seu item 1.2.3, normatiza a conduta dos motoristas de transporte de emergência e define os requisitos gerais para a atuação do profissional. São eles:

      “maior de vinte e um anos; disposição pessoal para a atividade; equilíbrio emocional e autocontrole; disposição para cumprir ações orientadas; habilitação profissional como motorista de veículos de transporte de pacientes, de acordo com a legislação em vigor (Código Nacional de Trânsito); capacidade de trabalhar em equipe; disponibilidade para a capacitação discriminada no Capítulo VII do mesmo dispositivo legal que trata dos núcleos de educação em urgências, bem como para a recertificação periódica.”

      Essa portaria também classifica as ambulâncias entre os tipos A a F, sendo que os tipos E e F são aeronaves e embarcações.

      Já os veículos terrestres estão classificados entre os tipos A a D.

      O veículo varia conforme as características da vítima a ser atendida, se pré-hospitalar ou após internação, o grau de periculosidade da situação e do momento de atendimento do paciente.

      É necessário estar atento às normas que especificam a tripulação e os equipamentos mínimos de cada um dos seus tipos.

      Já o item 3 da Portaria Federal de nº 2.048 de 2002 faz especificações quanto aos equipamentos mínimos que devem conter cada um desses veículos, e também tratam do detalhamento dos diferentes tipos, ao passo que o item 5 trata da tripulação exigida.

      Como funciona o curso de transporte de emergência

      O curso tem carga horária de 55h/aulas teórica e 5h/aula prática, podendo ser realizado em até 7 dias.

      Deve ser feita a inscrição para o curso e pagar uma taxa ao Detran do seu estado, sendo que o valor varia conforme a localidade. Essas taxas deverão ser pagas nos bancos credenciados, como Caixa Econômica, Bradesco, Banco do Brasil ou terminais de autoatendimento, ou mesmo no internet banking.

      Após realizado a inscrição e solicitado o serviço ao Detran (consulte se no seu estado é obrigatório), basta iniciar seu curso.

      Para ser aprovado, é necessário ter um aproveitamento mínimo de 70%, e ter frequência mínima de 75%. O certificado de transporte de emergência é entregue após constatado o rendimento esperado nas provas.

      Onde se inscrever

      O interessado em realizar o curso de transporte de emergência têm a opção de escolher entre instituições credenciadas pelo Detran. O curso pode ser feito no formato 100% online (EAD) ou presencialmente em um Centro de Formação de Condutores credenciado pelo Detran.

      Quais os requisitos para se inscrever no curso de transporte de emergência

      De acordo com o CTB, os requisitos para participar da formação são:

      • ser maior de 21 anos;
      • estar habilitado em uma das categorias A, B, C, D ou E;
      • não estar cumprindo pena de suspensão do direito de dirigir, cassação da CNH, pena decorrente de crime de trânsito e não estar impedido judicialmente de exercer seus direitos.

      Nos módulos, o motorista aprende sobre:

      • noções de primeiros socorros;
      • respeito ao meio ambiente e convívio social;
      • legislação de trânsito;
      • direção defensiva;
      • relacionamento interpessoal.

      A atualização, realizada a cada cinco anos, com duração de 16h, que também pode ser feita 100% online e em até dois dias.

      Cursos para motoristas profissionais. Curso 100% online para motorista de veículo de emergência

      Qual a validade do curso

      O curso de transporte de emergência tem validade de cinco anos.

      Após esse período, os condutores deverão realizar a atualização do curso de transporte de passageiros, e o mesmo deve coincidir com a validade do exame de sanidade física e mental que consta na CNH do motorista.

      Viu como fazer o curso de transporte de emergência é possível e ainda pode garantir a sua reinserção no mercado de trabalho? Seguindo essas dicas, todo o processo fica muito mais fácil!

      Ficou interessado, e deseja saber sobre as modalidades de cursos especializados disponíveis online na Procondutor? Acesse nossa loja, selecione seu estado e confira!

      Escrito por Equipe Procondutor

      A Procondutor é especialista em educação digital para o trânsito e produz conteúdo para formação, capacitação, reciclagem e aprimoramento de motoristas.

      Compartilhe:

      Comentários

        1. Olá, Marcos! Como vai?

          O curso de transporte de emergência é 100% online para que você possa fazer quando for melhor para você. O curso é autorizado pelo Detran e o certificado válido em todo território nacional.
          Para ter mais informações, basta clicar no link: https://loja.procondutor.com.br/ escolher o estado em que sua CNH foi emitida e procurar o curso Especializado de Formação para Veículo de Emergência.
          Após isso, é só seguir os passos para a matrícula e ao fim receberá seu login e senha para já iniciar as aulas!

          Será um prazer tê-lo como aluno!

      Deixe um comentário

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *